Como Manter a Cozinha Livre de Fungos e Bactérias

Escrito por on 24 de abril de 2013 in Cozinha - Nenhum Comentário -

Você pode nem ter se dado conta, mas uma verdadeira criação de bactérias e fungos pode estar instalada em sua cozinha. Porém, mantê-la totalmente livre desses microrganismos é uma tarefa humanamente impossível, já que nem mesmo os hospitais e salas de cirurgia são ambientes confiáveis para se dizer 100% livres  desses problemas.

Confira As Dicas

Confira As Dicas

No entanto, não é preciso se apavorar, pois os riscos de se chegar a contrair uma infecção bacteriana daquelas que causam diversas doenças, podem ser reduzidas em quase 99% se forem tomadas algumas medidas simples e práticas.

De acordo com os especialistas, é bom que as donas de casa percebam que uma boa higiene da cozinha e dos alimentos não está restrita apenas à limpeza do local, mas ainda a todos os demais processos que podem evitar a contaminação da comida. Esse processo começa no momento da compra do alimento, passando pelo cuidado com o congelamento dos alimentos, até chegar ao cozimento, e a limpeza do lugar.

Cuidados Especiais Para Se Manter Livre das Bactérias

  • -A grande maioria das pessoas ainda não se deu conta que as esponjas, que também são conhecidas por buchas, que usamos todos os dias para lavar a louça, são capazes de acumular uma enorme quantidade de bactérias. Por isso, o correto é trocá-las ao menos uma vez por semana ou sempre esterilizá-las após o uso. Para fazer o processo de esterilização basta deixá-la imersa em água fervente com algumas gotas de água sanitárias, por alguns minutos.
  • -Não deixe a pia e nem outros objetos molhados na cozinha, já que a umidade gera um ambiente propício para o surgimento de fungos e bactérias.
  • -Outro importante passo que deve ser feito também é o de deixar sempre a bancada da pia limpa e seca. Isso deve ser feito logo após o uso.
  • -É preciso limpar e esterilizar a geladeira sempre que ela se sujar e ao menos uma vez por mês fazer uma verdadeira faxina no eletrodoméstico, limpando todos os cantinhos e frestas. Lembre-se de jogar fora toda a comida velha e os alimentos estragados, pois eles também podem trazer bactérias para o ambiente.
  • -Nunca deixe o pano molhado diretamente sobre a pia, e nem o use depois. Assim que ele umedece e entra em contato com alimentos e ou sujeiras, ficou infectado com bactérias e ainda deve ter um odor bastante ruim. Por isso, o recomendado é que seja trocado todos os dias, ou no máximo de dois em dois dias.
  • -Como já mencionamos que todo o cuidado deve ser tomado com a bancada da cozinha, por ser uma das partes mais utilizadas da casa é necessário que ela seja desinfetada antes da preparação dos alimentos. Para isso, basta fazer uma mistura contendo 01 colher das de sopa de cloro diluída em 04 litros de água e passar a mesma sobre a bancada. Depois, é só secar bem usando folhas de papel toalha. Outra opção que não deixará um cheiro forte sobre a bancada e á de esfregar o local com detergente e água morna e, depois, remover tudo usando água limpa e folhas de papel toalha.
  • -Os ralos e as pias também merecem uma atenção especial, já que são uns dos lugares que contém maior número de bactérias na casa. Então, depois de lavar a louça e desinfetar a bancada, lave a pia e o ralo usando detergente ou algum outro material de limpeza que seja eficiente. Também pode-se usar um pouco de vinagre e água morna.
  • -Use utensílios de silicone, metal ou plástico na cozinha, e elimine as colheres e tábuas de madeira, pois dificilmente ficam secas e limpas, servindo de moradia para os fungos e as bactérias.
  • -Limpe a geladeira com regularidade, não se esquecendo de gavetas e prateleiras, para isso faça uma solução contendo duas colheres de sopa de bicarbonato de sódio diluído em 04 litros de água limpa. Com um pano limpo passe esta solução em toda a parte do eletrodoméstico. Seque com um pano macio e seco. Já para o lado de fora use uma um pano umedecido com álcool. Depois disso você pode organizar normalmente os alimentos dentro dela novamente.
  • -O chão da cozinha deve sempre ter atenção diária, por isso, deve ser varrido logo após as refeições. À noite melhor é que seja limpo com pano úmido e desinfetante e depois secado normalmente.

O Cuidado Com O Preparo dos Alimentos

O preparo: Não é preciso nem mencionar que as mãos das pessoas que preparam os alimentos devem estar sempre muito bem limpas. Para isso, além de lavá-las sempre, procure não usar a lixeirinha da pia. Pois, fatalmente, você precisará abrir a lixeira e, desta forma, contaminará as mãos. Então opte por usar os lixos com pedal para a cozinha.

Alimentos Crus: evite consumir os ovos crus, pois alguns deles podem apresentar na gema uma bactéria bastante nociva ao ser humano, a Salmonella, causadora de uma severa infecção intestinal. Como somente ao olhar não é possível definir qual deles possui o microrganismo, o melhor é não arriscar e deixar de lado o hábito de fazer ovo frito com a gema mole ou a maionese caseira.

Saiba Mais

Saiba Mais

O descongelamento: O descongelamento dos alimentos especialmente as carnes, deve sempre ser feito no interior da geladeira. Procure não deixá-los à temperatura ambiente durante o dia ou ainda a noite toda e nem descongelar na água, pois podem se tornar criadouros de bactérias. Em situações de muita pressa, é melhor preparar o alimento ainda congelado, e tomar cuidado para que ele seja bem aquecido, ou cozido até o meio, já que esta parte demora mais para ficar pronta.

A compra: Na hora de fazer as compras para casa, outras dicas também são bastante importantes. Ao comprar um produto, é importante prestar atenção em sua origem, por isso, leia atentamente os rótulos dos produtos, e especialmente verifique a data de validade de todos eles conferindo também todos os carimbos de aprovação concedidos pela Vigilância Sanitária.
Evite todas as latas que estejam danificadas ou amassadas, assim como aquelas enferrujadas e estufadas. No tocante as comidas refrigeradas vendidas no supermercado veja se estão mantidas a uma temperatura abaixo de 5ºC. Para os alimentos congelados a regra é outra, eles devem estar completamente duros e suas caixas não devem estar deformadas e nem molhadas.

Deixe um Comentário