Dá Para Ter um Cão Grande em Apartamento?

Escrito por on 11 de junho de 2015 in Dicas - Nenhum Comentário -

Ter um cachorro é um grande sonho para muitas pessoas, pois é sempre bom ter um companheiro carinhoso para passar o fim do dia ou aquele amigo de quatro patas para passear no parque no fim de semana. No entanto, a vida moderna relega esses momentos para cada vez menos tempo de nossas rotinas e antes de ir em busca de um cachorro para chamar de seu é importante saber se você tem estrutura física na sua casa para recebe-lo.

Tamanho é Documento?

Algumas pessoas desejam que o seu amigo seja grande como um Golden ou um Pastor Alemão, mas moram em apartamentos pequenos. Nesse momento chega o impasse de ter ou não ter esse amigo dos sonhos. É bem verdade que os cães gostam de áreas amplas, pois precisam se movimentar e correr de um lado a outro para gastar a sua energia e assim evitar o estresse, ansiedade e a obesidade.

Contudo, mesmo quem mora num apartamento pequeno pode conseguir conciliar as necessidades do seu novo amigo pet com as possibilidades de espaço. Os especialistas em cuidados com animais dizem que os moradores de espaços pequenos não precisam necessariamente evitar os cães grandes. Mas, é essencial ter alguns cuidados para que a saúde do amigo bicho não fique comprometida.

Adaptação

De uma forma geral os cães podem se adaptar a viver em ambientes pequenos desde que sejam acostumados com essa situação desde filhotes. Lembramos que o bom senso deve imperar na escolha da raça do seu cão, não dá para escolher raças gigantes. Um animal que pesa de mais 45 quilos não consegue se adaptar a um espaço pequeno. Assim raças de animais gigantes como Rottweiler estão descartadas.

Duas opções que podem ser interessantes para quem deseja ter cães de grande porte, mas não dispõem de muito espaço é o Golden Retriever e o Labrador. Todavia, não é uma regra que essas raças de cães vão se dar bem com o pouco espaço. Antes de pensar na raça do cão é importante pensar na linhagem do mesmo. Quando os ascendentes do cão são tranquilos é bem provável que ele tenha essa característica também.

Passeios

Todo e qualquer cão precisa ter como liberar a sua energia, isso pode ser feito correndo de um lado a outro ou então levando seu amigo pet para dar um passeio uma vez por dia. Para tornar esses passeios mais práticos você pode dividi-los em duas saídas de meia hora cada. Um cachorro precisa se movimentar não somente pela distração como também para manter a saúde das suas articulações.

Saiba, no entanto, que não basta caminhar pelo quarteirão somente, o seu amigo precisa correr e brincar até que fique cansado. A dica é levar o seu amigo para passear num parque ou então num lugar aberto em que ele possa ficar sem a guia. O pet precisa ser estimulado a tocar em superfícies diferentes, sentir variados cheiros e até mesmo ver outros cães. Não é recomendado colocar o cão para andar na esteira achando que isso resolve, pois o passeio é mais do que caminhar é também brincar e ter momentos lúdicos.

Cuidados com a Higiene

Para grande parte dos cães os passeios adquirem uma importância ainda maior, pois se tornam os momentos em que eles podem se aliviar longe do local em que moram e dormem. Cães que levaram broncas por fazer xixi ou cocô no lugar errado podem começar a segurar as necessidades para fazer somente quando saírem de casa. Se o animal não sai com a frequência necessária pode acabar tendo problemas gastrointestinais e de bexiga.

Fique de Olho na Alimentação

Os animais que vivem em apartamentos pequenos e são de grande porte tem a necessidade de gastar mais energia que animais pequenos ou pets que vivam em ambientes amplos. A tendência é que esses animais ganhem peso com mais facilidade e exatamente por isso é importante ficar de olho na alimentação. Quando o pet em questão é castrado exige cuidado em dobro. O veterinário pode ajudar a determinar melhor as quantidades de ração.

Criando Distrações

Os cachorros que ficam entediados podem desenvolver problemas psicológicos dentre os quais se destaca o transtorno compulsivo que pode fazer com que o animal se lamba ou mesmo se morda excessivamente até se machucar. Para evitar que o seu pet passe por esses problemas ofereça uma grande diversidade de brinquedos e ossos para que ele passe por momentos recreativos.

Também saiba que os cães não gostam de ficar sozinhos e enquanto o dono está no trabalho, por exemplo, eles podem ficar suscetíveis a fazer bagunça ou mesmo acabar destruindo os móveis do apartamento. Tem ainda os cães que latem o dia todo e incomodam os vizinhos. Para evitar esse sofrimento para o animal e para os vizinhos a dica é deixar o acesso livre as áreas de convívio da família.

Podendo circular pelos ambientes em que a família costuma ficar o cão pode farejar o cheiro dos donos de maneira a sentir que eles estão por perto. Trata-se de uma opção para que ele não se sinta solitário. Os cães que tem boas condições de vida dentro dos apartamentos podem ser bastante tranquilos.

Carinho

Antes de comprar ou adotar um cão é importante que você entenda que se trata de um compromisso muito sério, pois é um ser vivo que irá depender de você e dos seus cuidados. Dessa forma a dica é apenas optar por ter um cão quando você tem carinho de sobra para dedicar a ele além de tempo. Não é necessário passar o dia todo em função do pet, mas ter um tempo para leva-lo passear e para leva-lo ao veterinário, por exemplo é fundamental.

Responsabilidade

Ser dono de um cão é algo que demanda grande responsabilidade e você deve estar pronto para assumir esse compromisso. Prepare o seu apartamento para receber o seu amigo bicho e viva lindos momentos junto com ele. Com certeza você vai se divertir muito com esse companheiro que irá te amar e retribuir cada pequeno gesto de carinho que você tenha.

Deixe um Comentário